Siga-nos

Mundo

668

Tempo estimado para a leitura: 3minuto(s) e 39segundo(s).

Alasca vista de cima: para que Rússia cria novo exército aéreo no leste?

Aeronaves de combate e antissubmarino, sistemas de defesa aérea, tropas radiotécnicas e outras unidades que protegem as fronteiras do Extremo Oriente russo em breve serão reforçadas.

estilo.online Redação

Publicado

em

O novo exército controlará Kamchatka, distrito autônomo de Chukotka e região ártica. A sua criação vai começar em 2018, informa o jornal russo Izvestia, citando o Ministério da Defesa da Rússia.

Segundo o jornal, o novo exército unirá o 317º regimento da aviação à 53ª divisão da defesa aérea da região de Petropavlovsk-Kamchatsky. A região sediará o quartel-general do novo exército, que será, ao mínimo, composto por duas divisões – aviação e forças de defesa aérea. Reformas estão também sendo efetuadas em outras frotas, por exemplo, em 2015, foi formado o 45º exército da Força Aérea russa e da Defesa Aérea da Frota do Norte, o que permitiu garantir e reforçar controle na região ártica.

Por muito tempo, o Extremo Oriente se encontrou desprotegido por estar localizado longe da capital e do litoral, bem como pelas dificuldades em equipar as tropas da região. Agora a situação começou a melhorar.

Desde o início deste ano, a Frota do Pacífico foi citada na mídia muito frequentemente – Frotas do Mar Negro e do Norte. Manobras são efetuadas em meio à presença da Marinha dos EUA na região Ásia-Pacífico. Desde janeiro, marinheiros norte-americanos vêm realizando exercícios regulares com aliados japoneses e sul-coreanos, aumentando, ao mesmo tempo, suas tropas perto de Seul como meidda de resposta à Coreia do Norte, que continua prosseguindo com desenvolvimento dos programas nuclear e de mísseis.

Como resultado, Rússia acaba sendo atingida: Estados Unidos estariam tentando analisar as capacidades da Frota do Pacífico para depois reduzi-la em suas águas territoriais. O poderoso e unificado “escudo” da defesa aérea e da aviação de combate compreende em dar resposta mais efetiva à sondagem norte-americana.

O especialista militar, Mikhail Khodarenok, em entrevista à Sputnik declarou: “Não se trata de nenhuma corrida armamentista no Extremo Oriente, pois não apontamos armas nem chamamos para guerra. Só tentamos aos poucos voltar ao que era antes. Nos anos 90, a redução das unidades da Força Aérea e da Defesa Aérea no Extremo Oriente atingiu dimensões epidêmicas.”

Mikhail Khodarenok se referiu à criação do novo exército como “retomada sensata”: “Não de construção de novas cercas, mas de reparação das antigas.” Somente em junho de 2017, a região de Ienissei começou a contar com estação de radar Voronezh-DM. Claro que o reforço da defesa aérea é crucial no Extremo Oriente.
O coração do novo exército será encontrado na cidade de Yelizovo, perto de Petropavlovsk-Kamchatsky. A região já respira ar militar há um tempo. Por exemplo, 24 horas por dia, a área é vigiada por até 30 caças russos MiG-31, bem como conta com helicópteros Ka-27 e aviões antissubmarino Il-38 instalados. Mas, para alguns especialistas, não se deve limitar as regiões de posicionamento do novo exército à península de Kamchatka.

“Por enquanto, decisão de criar novo exército parece mais uma medida de organização”, acredita o vice-diretor do Instituto de Análise Político-Militar, Aleksandr Khramchikhin. “Para que a união venha a cercar toda a nossa fronteira das Ilhas Curilas à ilha de Wrangel, ela necessita de mais forças, no mínimo em Chukotka. Espero que isso seja feito.”

O analista sublinhou que há pouco, no Alasca, foi instalado um forte agrupamento da Força Aérea dos EUA. Aleksandr Khramchikhin está certo de que a Rússia deva contar com contrapeso na região. Ele nota que, caso guerra seja iniciada, será muito difícil deslocar unidades de reforço por ar ou terra.

Vale destacar que no Extremo Oriente da Rússia está instalado o 11º exército da Força Aérea e da Defesa aérea com quartel-general em Khabarovsk. Trata-se de aviação, tropas militares e unidades de mísseis, posicionadas no território das regiões de Khabarovsk e de Primorie, bem como na Sibéria oriental.

De acordo com o editor-chefe da revista Otechestvo, Viktor Murakhovsky, em entrevista à Sputnik, “do ponto de vista da gestão militar, não é muito conveniente ter somente um exército da Força Aérea e da Defesa Aérea no distrito de Leste. Kamchatka é uma região afastada territorialmente e militarmente e por isso requer forças militares separadas”.

0
0
Clique para comentar
Publicidade

Mundo

Rússia lança robô humanoide ao espaço (VÍDEO)

O robô humanoide russo Fyodor foi lançado com sucesso ao espaço dentro do veículo Soyuz MS-14, no foguete Soyuz-2.1a, do cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, nesta quinta-feira.

estilo.online Redação

Publicado

em

O foguete decolou às 06:38, horário de Moscou, como planejado.

Durante o lançamento, conforme foi mostrado em um webcast da Corporação Estatal de Atividades Espaciais da Rússia Roscosmos, Fyodor disse o lendário “Vamos lá!” imortalizado por Yuri Gagarin, o primeiro humano a viajar ao espaço, em 12 de abril de 1961.

​Aproximadamente oito minutos após o lançamento, o Soyuz MS-14 foi colocado em órbita.

A espaçonave agora deve voar para a Estação Espacial Internacional no esquema de dois dias. A chegada à estação deve ocorrer no sábado, às 08h30, horário de Moscou (02h30, horário de Brasília).

A espaçonave foi lançada para uma missão não tripulada para testar a interoperação entre ela e a nova transportadora Soyuz-2.1a pela primeira vez antes de futuros lançamentos de missões tripuladas. Ela fornecerá equipamentos científicos para experimentos, medicação, recipientes com suprimentos de alimentos, pacotes para a tripulação e Fyodor, também conhecido como Skybot F-850.

Os cosmonautas russos testarão os sistemas de robôs sob as condições do voo espacial. O objetivo principal é usá-lo durante as tarefas perigosas a bordo da espaçonave, incluindo as caminhadas espaciais.

0
0
Continuar lendo

Mundo

Striptease é incentivado no Reino Unido durante falha em site do governo

Departamento do Trabalho e Pensões do Reino Unido (DWP, sigla em inglês) insere dançarina de striptease na lista de profissões recomendadas no país. Governo tirou página do ar e alegou falha.

estilo.online Redação

Publicado

em

O órgão britânico retirou de seu site uma ferramenta para aqueles que procuram trabalho. A decisão foi tomada após a página ter colocado dançarina de striptease como possível carreira para quem busca emprego no país.

A ferramenta, chamada de Work You Could Do (trabalho que você poderia fazer, tradução direta do inglês), ajuda quem busca uma ocupação a ingressar no mercado de trabalho, sugerindo possíveis carreiras e descrevendo o que elas implicam, publicou o Telegraph.

No entanto, devido a um erro técnico, a ferramenta listou dançarina de striptease como emprego potencial, junto com assistente de hotel, recepcionista e funcionário de bingo.

O site descreveu a profissão como “o adulto que dança em estabelecimentos de entretenimento”, incentivando quem procura trabalho a achar uma vaga.

Consertando o erro

Mais tarde, um funcionário do Departamento disse que a referida profissão era “inapropriada e que reveria a lista”. O governo do país também disse que os funcionários do Departamento não colocariam os cidadãos em um trabalho como esse, informou o Independent.com.

Por enquanto, a página continua fora do ar. O erro teria sido cometido quando o Departamento copiou uma lista de profissões elaborada pelo Escritório de Estatísticas Nacionais (ONS, sigla em inglês).

0
0
Continuar lendo

Mundo

‘Invasão’ da Área 51 faz autoridades em Nevada declararem emergência

As autoridades do condado norte-americano de Lincoln, onde está localizada a instalação militar secreta Área 51, em Nevada, elaboraram um plano de emergência devido à possível invasão da instalação militar.

estilo.online Redação

Publicado

em

Milhares de pessoas estariam planejando a invasão da instalação no próximo mês, o que está deixando as autoridades locais preocupadas.

“Levamos isso a sério”, afirmou o presidente da comissão do condado de Lincoln, Varlin Higbee, ao jornal Las Vegas Review-Journal.

Além disso, Eric Holt, gerente do plano para fazer frente ao evento, afirmou que a emergência foi declarada devido à ameaça de que os recursos locais estejam em risco, tanto financeiros quanto de resposta a emergências, devido ao potencial de horas extra do pessoal.


Sinal de aviso perto da base secreta Área 51

“Com a possibilidade da chegada de 35.000 ou 40.000 pessoas, isso é sério”, enfatizou.

Na cultura popular esta base secreta é conhecida como um lugar onde o governo norte-americano estuda extraterrestres.

As autoridades locais do condado estão preocupadas por a chegada em massa de pessoas ao local poder exceder a capacidade dos acampamentos e postos de gasolina, assim como os serviços de saúde pública, comunicações celulares e Internet.

Embora o condado seja duas vezes maior que o Connecticut, a maior parte da sua área é desértica, tem uma população de 5.200 pessoas e possui apenas 184 quartos de hotel.

Já o xerife do condado de Lincoln, Kerry Lee, afirmou à KLAS-TV que seu departamento está em busca de “todos os parceiros”, incluindo agências federais, estaduais e locais, que possam enviar algum tipo de recurso. O departamento policial do condado conta com apenas 28 agentes.


Placa da estrada no Nevada perto de Área 51

“[…] Estamos planejando as coisas para o pior, mas esperando pelo melhor”, completou.

Os eventos surgiram a partir de uma publicação na Internet, que convidava as pessoas a comparecerem ao local para invadir a instalação militar, conhecida como Área 51, no deserto de Nevada.

Contudo, o evento, previsto para o dia 20 de setembro, provavelmente se tornará em um grande festival no deserto, após os participantes serem advertidos pelo Exército norte-americano, que desencoraja qualquer tentativa de invasão.

0
0
Continuar lendo
Publicidade
1USD
United States Dollar. USA
=
106,57
JPY +0,08%
4,07
BRL 0,00%
1EUR
Euro. European Union
=
117,96
JPY –0,05%
4,50
BRL –0,14%
1BTC
Bitcoin. Crypto-currency
=
1.082.613,57
JPY +0,47%
41.342,46
BRL +0,38%

Tokyo
27°
Mostly Cloudy
FriSatSun
29/24°C
30/23°C
29/23°C

São Paulo
13°
Cloudy
ThuFriSat
min 13°C
19/13°C
19/13°C

Arquivos

Facebook

Publicidade

Mais vistas da semana