Siga-nos

pc

491

Tempo estimado para a leitura: 2minuto(s) e 36segundo(s).

Apple confirma que iPhones e iPads são vulneráveis a hackers

Empresa disse que vai lançar atualização para dispositivos

estilo.online Redação

Publicado

em

A Apple confirmou nesta quinta-feira (4) que todos os iPhones, iPads e computadores Mac também foram expostos a duas falhas de segurança em processadores.

A companhia, no entanto, afirmou que não há registro de impactos no consumidor. “A ação dos hackers depende de um aplicativo malicioso a ser baixado nos seus Macs ou dispositivos móveis, logo recomendamos que se façam downloads apenas das fontes confiáveis, como a App Store”, disse a empresa em comunicado.

As falhas identificadas são Meltdown e Spectre. Enquanto a Meltdown se restringe a eletrônicos com chips Intel, a Spectre tem um potencial de alcance maior, afetando também dispositivos com tecnologia ARM Holding e Advanced Micro Devices (AMD).

Até o momento, não foi comprovado nenhum ataque que tenha sido realizado por causa dessas brechas. Mas a Apple disse que já liberou “mitigações” contra a Meltdown na mais recente atualização do seu sistema operacional. Além disso, a empresa informou que a Meltdown não afeta o Apple Watch. Segundo a Apple, os patches (programas usados para correção de bugs) contra o Spectre, sob a forma de atualização para o navegador Safari, serão lançados “nos próximos dias”.

O anúncio foi feito depois que um grupo de especialista revelou nesta semana falhas de segurança nos principais fabricantes de processadores que deixam praticamente todo dispositivo que usa chip vulnerável a ação de hackers.

A Intel, por sua vez, disse que começou a oferecer atualizações de software e firmware para resolver os problemas de segurança.

0
0
Clique para comentar
Publicidade

pc

Microsoft avisa sobre fim do suporte ao Windows 7

Passando o prazo determinado pela empresa, sistema operacional poderá ficar mais vulnerável

estilo.online Redação

Publicado

em

O Windows 7 não receberá mais suporte técnico e atualizações a partir de 14 de janeiro de 2020. O último update, que aconteceu na terça-feira (19), mostra um aviso da Microsoft sobre a descontinuação do serviço.

Orientações sobre a transição para a versão mais recente do sistema serão exibidas a partir do dia 18 de abril. Segundo o “TechTudo”, a Microsoft espera que boa parte dos usuários migrem para o Windows 10 até janeiro de 2020.

Passando o prazo determinado pela empresa, o Windows 7 poderá ficar mais vulnerável a vírus e riscos de segurança. Já o Internet Explorer será descontinuado.

0
0
Continuar lendo

pc

Windows 95 é transformado em app que pode rodar no W10, macOS e Linux

estilo.online Redação

Publicado

em

Se você já tinha um computador nos anos 1990 e início dos anos 2000, as chances desse esse aparelho ter rodado o Windows 95 são altas. Por isso, essa notícia deve lhe trazer uma boa dose de nostalgia: um desenvolvedor transformou o Windows 95 em um aplicativo que pode rodar no Windows 10, macOS ou Linux como se fosse uma simples janela.

O antigo sistema operacional da Microsoft funciona de forma exemplar, sendo que todos os programas originais e menus funcionam adequadamente, exceto pelo Internet Explorer, que não carrega nenhuma página web.

Ainda assim, vale a pena baixar e instalar essa aplicação simplesmente para você perder umas horinhas fazendo desenhos bobos no Paint ou mesmo jogar Campo Minado. Até porque crianças na época não faziam muito mais que isso em um PC, não é mesmo?

Seja como for, a pessoa a quem você deve agradecer por essa incrível criação é Felix Rieseberg, um dos desenvolvedores do Slack. Ele trabalhou nesse app do Windows 95 em seu tempo livre e liberou no GitHub aplicações feitas em Electron para download.

O mais curioso é que o todo o pacote de download pesa apenas 129 MB, e, quando está sendo executado, o máximo de RAM que esse Windows 95 consome dentro do Windows 10 é 200 MB. Ou seja, ele vai rodar em qualquer máquina que você tenha por aí sem maiores problemas.

0
0
Continuar lendo

pc

Mito ou verdade: papel alumínio melhora o sinal wi-fi?

A ideia é cercar o roteador com papel alumínio, e deixar uma “abertura” na direção em que se deseja ter o sinal mais forte

estilo.online Redação

Publicado

em

Pode parecer folclore, mas pesquisadores do Dartmouth College, tradicional instituição norte-americana, concluíram que o uso de papel alumínio ao redor de roteadores pode melhorar o sinal wi-fi em ambientes domésticos ou em pequenos escritórios.

A ideia é cercar o roteador com papel alumínio, e deixar uma “abertura” na direção em que se deseja ter o sinal mais forte. Os roteadores domésticos normalmente são omnidirecionais, ou seja, seu sinal é enviado para todos os lados; ao encontrar a barreira de alumínio, o sinal volta e se concentra na direção da abertura.

Os pesquisadores apresentaram uma solução um pouco mais sofisticada: um aplicativo que calcula um formato ótimo para a barreira em função do layout do ambiente onde ela será instalada. A seguir, esta é produzida por uma impressora 3D e recoberta com papel alumínio, inclusive melhorando a aparência do produto final.

Há ainda uma vantagem adicional: a barreira pode impedir a propagação do sinal para direções não desejadas, aumentando a segurança da instalação.

0
0
Continuar lendo
Publicidade
1USD
United States Dollar. USA
=
106,57
JPY 0,00%
4,07
BRL 0,00%
1EUR
Euro. European Union
=
118,09
JPY 0,00%
4,52
BRL 0,00%
1BTC
Bitcoin. Crypto-currency
=
1.165.243,71
JPY 0,00%
44.554,30
BRL 0,00%

Tokyo
27°
Mostly Cloudy
TueWedThu
31/24°C
29/24°C
32/26°C

São Paulo
14°
Cloudy
MonTueWed
min 14°C
16/14°C
19/13°C

Arquivos

Facebook

Publicidade

Mais vistas da semana