Siga-nos

Futebol

346

Tempo estimado para a leitura: 2minuto(s) e 11segundo(s).

Uruguai propõe novo estilo de jogo em estreia contra o Egito

Em campo, alguns jogadores da geração vice-campeã do Mundial sub-20, em 2013, vêm renovando o estilo da seleção celeste

estilo.online Redação

Publicado

em

Sofrimento a cada jogo, força e garra. O Uruguai, duas vezes campeão do mundo, estreia nesta sexta-feira (15) na Copa do Mundo da Rússia em Iekaterinburgo, contra o Egito, às 9h (de Brasília), com uma proposta de jogo pouco usual em se tratando da escola uruguaia recente. Em campo, alguns jogadores da geração vice-campeã do Mundial sub-20, em 2013, vêm renovando o estilo da seleção celeste.

A proposta com Nandez, Vecino, Bentacur e Arrascaeta é ter mais a bola, trabalhar com paciência e atacar. Condição importante para alimentar, no ataque, Luis Suárez e Edinson Cavani. Dupla que, pelo menos no papel, começa o Mundial com potencial de ser uma das mais goleadoras da competição.

Óscar Tabárez, que vai para a sua quarta Copa como treinador, depois de 1990 (Itália), 2010 (África do Sul) e 2014 (Brasil), tem dado aval ao novo estilo ofensivo uruguaio. Mesmo com essa nova proposta, o time manteve a tradicional consistência defensiva. No miolo da zaga, o Uruguai conta com o bom entrosamento da dupla do Atlético de Madri, Godin e Giménez.

O estilo mais raçudo, dos cruzamentos e contra-ataques, que está em segundo plano, porém, ainda pode voltar. Ainda mais por se tratar da Copa do Mundo. Foi assim que a seleção chegou ao quarto lugar em 2010 – perdeu nas semifinais para a Holanda. A escola sul-americana de jogar futebol, que sempre procurou montar times fortes coletivamente para que os destaques individuais possam aparecer, é o que o técnico argentino Héctor Cúper também tenta implementar no Egito.

A ideia é que, dessa forma, Mohamed Salah, praticamente recuperado de lesão no ombro, fique liberado para brilhar nos contra-ataques.”Como treinador, minha prioridade é evitar que ocorram erros defensivos. Isso é uma filosofia de jogo diferente daquela a que os atletas egípcios estão acostumados”, tem dito Cúper na fase final de preparação para os jogos do Mundial.

Apesar de a seleção africana ter feito história nas eliminatórias e estar de volta a um Mundial após 28 anos, existem outros números que o time quer tentar mudar. Ao longo das Copas, foram duas classificações, em 1934 e 1990. São quatro partidas, dois empates e duas derrotas. O Egito almeja sua primeira vitória em um Mundial.

Contra o Uruguai pode ser mais difícil, porque os sul-americanos são os favoritos do Grupo A, que tem ainda Rússia e Arábia Saudita, seleções que nesta quinta-feira (14) fizeram a partida de abertura da Copa do Mundo, que está de volta à Europa.Os russos golearam por 5 a 0 os sauditas e vão brigar por uma das vagas nas oitavas.

EGITO

El Hadary; Abdel-Shafi, Gabr, Hegazy, Ahmed Fathi; Hamed, Elneny, Sobhi (Salah), El-Said, Warda; Mohsen.

T.: Hector Cúper

URUGUAI

Muslera; Martín Caceres, Giménez, Godin, Maxi Pereira; Bentancur, Torreira, Cristian Rodríguez, Arrascaeta; Suárez, Cavani.

T.: Óscar Tabárez

Estádio: Arena Iekaterinburgo, em Iekaterinburgo

Horário: 9h desta sexta-feira

Juiz: Bjorn Kuipers (HOL)

0
0
Clique para comentar
Publicidade

Futebol

Neymar sobre caso Najila: ‘Não vou dizer que estou feliz, mas aliviado’

O Ministério Público pediu o arquivamento do inquérito sobre o suposto estupro contra a modelo Najila Trindade

estilo.online Redação

Publicado

em

Um dia depois do Ministério Público de São Paulo pedir o arquivamento do inquérito sobre o suposto estupro contra a modelo Najila Trindade em maio passado, Neymar se pronunciou nesta sexta-feira em tom de desabafo, através de suas redes sociais, para falar do caso. O atacante do Paris Saint-Germain, que está na França, afirmou que o ocorrido lhe causou um grande “dano”, mas disse estar aliviado com o desfecho dele.

“Esse vai ser um capítulo jamais esquecido na minha vida por muitos motivos, o principal deles “O DANO” causado em mim, na minha família e nas pessoas que realmente me conhecem. Vou ser sincero e não vou dizer que estou feliz, mas sim aliviado. A cicatriz vai continuar para me lembrar o quanto o ser humano é capaz de fazer coisas boas mas também de fazer coisas RUINS!”, afirmou Neymar, em um post no Instagram.

Neymar disse mais uma vez que foi vítima de uma armação e prestou solidariedade às mulheres que efetivamente sofreram estupro. “Sim, meu mundo desabou e fui para o chão … mas como diz uma lenda no jiu-jítsu ‘para muitos o chão é o fim de tudo, para nós é só o começo’. Que seja o começo não só para mim, mas para todos que sofreram esse tipo de falsa acusação e PRINCIPALMENTE para toda MULHER que é REALMENTE vítima deste ato. O meu desejo é que vocês sejam fortes, lutem e consigam tudo que todas vocês merecem!”, completou.

O arquivamento do inquérito ainda não encerra o caso definitivamente. As conclusões do MP e da Polícia Civil, que não encontrou elementos para indiciar o atacante no mês de julho, serão analisadas agora pela Justiça. Só após o parecer do juiz pode terminar o caso.

A juíza da Vara da Região Sul 2 de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, localizada em Santo Amaro, na zona sul de São Paulo, já recebeu o caso para análise. Se ela considerar o parecer do MP improcedente, ela poderá acionar o procurador-geral para que outro promotor analise o caso. Por outro lado, ela pode decidir pelo arquivamento e solicitar novas diligências. Não existe prazo específico, mas os juízes de 1.ª instância costumam analisar os casos dentro de cinco dias.

Durante a entrevista coletiva sobre o anúncio do pedido de arquivamento, na sede do MP, na quinta-feira, a promotora Flávia Merlini disse que “o inquérito policial pode ser reaberto a qualquer momento, desde que surjam novas provas”.

A análise da juíza deverá ser feita sem as imagens do hotel em Paris, na França, onde supostamente ocorreu o estupro. Flávia Merlini, do Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica (Gevid), do Ministério Público Estadual, disse que “eram desnecessárias porque eram da parte externa do hotel”.

No dia 29 de julho, a delegada Juliana Lopes Bussacos, titular da 6.ª Delegacia de Defesa da Mulher, concluiu o inquérito que apurava as acusações de estupro e agressão feitas pela modelo Najila Trindade Mendes de Souza contra Neymar. A polícia decidiu não indiciar o jogador.

A 11.ª Delegacia de Polícia de Santo Amaro (SP) investiga se a modelo Najila Trindade cometeu uma suposta denúncia caluniosa ou fez uma falsa comunicação de estupro contra o atacante. O inquérito foi instaurado após uma petição de Neymar e seu pai, mas corre sob sigilo de justiça.

0
0
Continuar lendo

Futebol

Corinthians perdoa dívida de 111 mil sócios para fortalecer patrocínio

O número atual de torcedores endividados com o clube é quase o dobro dos sócios que estão em dia com a anuidade, que é de 64.800

estilo.online Redação

Publicado

em

O Corinthians pretende perdoar a dívida dos sócios-torcedores inadimplentes e assim aumentar o número de clientes do banco digital Meu Corinthians BMG. A ideia é do diretor de marketing do clube, Caio Campos, que recebeu a reportagem do Estado na última semana.

O número atual de torcedores endividados com o clube é de cerca de 111 mil, quase o dobro dos sócios que estão em dia com a anuidade, que é de 64.800. Mas para zerar esse débito os torcedores terão que abrir uma conta no banco que patrocina a camisa da equipe.

O plano faz parte do projeto de integração entre correntistas e sócios-torcedores e fazer com que um só cartão possibilite a movimentação financeira e também a utilização como ingresso no estádio. O dirigente informou que em novembro, no máximo em dezembro, os sócios que abrirem contas digitais no BMG não estarão mais em dívida com o Corinthians.

“Queremos migrar a base inteira de sócios. Queremos que todos os sócios abram a conta. Não vai ser obrigatório, claro. Mas vai ter muitos benefícios. Vamos anistiar os inadimplentes que abrirem conta. Vamos zerar o passado de dívida e iniciar uma nova parceria”, explicou Caio.

Segundo advogados especialistas em Direito do Consumidor consultados pelo Estado, a prática é legal desde que fique claro para o sócio o custo que terá pela aquisição de conta.

Nem o clube e nem o BMG revelam o número atual de correntistas. A meta em janeiro era ambiciosa. O presidente Andrés Sanchez disse na ocasião que pretendia ter 200 mil contas abertas. E prometeu uma surpresa quando atingisse essa marca. Caio admite que o início não foi “o ‘boom’ esperado”, mas acredita que essa nova ação deve impulsionar os números. “Queremos que pelo menos metade dos inadimplentes migrem”, disse.

O Meu Corinthians BMG funciona como qualquer banco digital. O cliente tem a conta para movimentar e pode ter cartões de débito e crédito. Não há anuidade. A diferença para os demais bancos é que nos próximos meses o cartão oferecerá descontos nos ingressos para os jogos na arena em Itaquera e também nas lojas oficiais do clube. “Vamos oferecer uma série de benefícios que ainda estão sendo definidos”, informou.

O Corinthians recebeu R$ 30 milhões do BMG no começo do ano. O valor corresponde a dois anos de patrocínio máster e mais R$ 6 milhões em adiantamento referente a eventuais lucros que a parceria poderá trazer. O contrato tem duração de cinco anos, com possibilidade de renovação por mais cinco.

ARENA – Caio conversa regularmente com o presidente Andrés Sanchez sobre os naming rights do estádio. Os dois evitam dar qualquer informação sobre essa “eterna” busca. “A gente não para de trabalhar para tentar. Não paramos de pensar, mas não quero falar nada para não dar falsa esperança. Qualquer coisa que se comenta em relação a isso gera estresse”, comentou.

Ainda em relação ao estádio, Caio informou que o câmpus de uma universidade será instalado no 10º andar, no lado oposto ao da academia do lutador Anderson Silva, que funciona desde 2018. “Não vou revelar o nome, porque o contrato não foi assinado. Mas está tudo certo. As obras começam em agosto. As aulas, em 2019.”

Além disso, um novo restaurante será inaugurado em breve e o clube já conta com cinco camarotes na arena. Com suas parcerias, o Corinthians recebe um aluguel mensal e tem direito a uma porcentagem do lucro. Muitos projetos nasceram para funcionar fora dos dias de jogos, como o parque de camas elásticas no 4º andar. “Já está pronto. Fizemos a quadra, estamos terminando uma pista de cooper em volta da arena e agora esse parque. O arena começa a ter vida também fora dos dias de jogos.”

0
0
Continuar lendo

Futebol

Tite terá que ajustar seleção e ganhará novo chefe para 2022

O técnico terá que formar uma nova comissão Técnica para até a Copa de 2022

estilo.online Redação

Publicado

em

Em festa pelo título da Copa América, Tite terá ajustes a fazer na estrutura da seleção brasileira na sequência do ciclo até a Copa do Mundo de 2022, que será disputada no Qatar.

Sua comissão técnica, que já ficou desfalcada com a saída de Sylvinho antes mesmo da disputa da competição continental, terá mais uma baixa. As mudanças não ocorrerão apenas nos postos inferiores ao do treinador, ao menos do ponto de vista hierárquico.

Edu Gaspar, coordenador de seleções escolhido pelo próprio Tite para chefiá-lo no momento em que foi contratado, está de saída para o Arsenal.

Ex-jogador do clube inglês, o dirigente assumirá um cargo de gerência em sua velha casa, algo que já está acertado há alguns meses. Ele decidiu ficar até o término do torneio sul-americano, porém a CBF já vinha se movimentando para substituí-lo.

O nome que desponta para a vaga aberta é o do ex-jogador Juninho Paulista, campeão do mundo como camisa 19 do Brasil em 2002.

Ele ostenta o cargo de diretor de desenvolvimento na confederação desde abril e tem bom trânsito com a cúpula da entidade, tendo frequentado o ambiente do grupo verde-amarelo já na preparação para a Copa América. Juninho preenche os requisitos que têm sido usados como base para o cargo, ocupado por Gilmar Rinaldi antes de Edu Gaspar: ter jogado bola e ter experiência em cargo de gerência.

O ex-meia, hoje com 46 anos, trabalhou por dez na gestão do Ituano, o clube que o revelou, e se entendeu bem nas conversas com o presidente da CBF, Rogério Caboclo. “Ele representa o que queremos para o futebol brasileiro. É um vencedor dentro e fora de campo, um exemplo de seriedade e profissionalismo. É pentacampeão do mundo com a seleção brasileira, é ídolo dos clubes em que atuou e tem sólida carreira como dirigente.” declarou Caboclo, há três meses, quando contratou o ex-atleta.

Será surpresa se Juninho não for o escolhido, mas há ainda outros postos a serem preenchidos na CBF.A saída de Sylvinho, ex-jogador que exercia o papel de auxiliar e assumiu o comando do Lyon, da França, acarretará no adeus de outro profissional: Fernando Lázaro, filho do ex-lateral direito do Corinthians Zé Maria. Ele vai fazer parte da equipe de Sylvinho à frente do clube francês.

Lázaro permaneceu na comissão até a conquista deste domingo (7). Ele era responsável pela análise em vídeo dos jogadores da seleção e também dos adversários, mas tinha ganhado importância também nos próprios treinamentos da equipe, conduzidos por Tite e por seu auxiliar principal de longa data Cleber Xavier.

Quem vai ficar, apesar dos questionamentos, é Matheus Bachi, filho do treinador. Com o adeus de Sylvinho, o jovem de 30 anos assumiu o terceiro posto na hierarquia da comissão técnica, atrás apenas de seu pai e de Cleber. Seu currículo é inexpressivo, porém sua capacidade é sempre defendida pelo técnico da seleção.

Com o título da Copa América, Tite ganhou fôlego para bancar Matheus e fazer escolhas. De qualquer maneira, o desenho da comissão técnica e da estrutura do departamento de futebol da CBF serão diferentes do imaginado inicialmente para o ciclo que tem como objetivo buscar o hexacampeonato no Mundial de 2022.

Enquanto aguarda para ver qual será a nova configuração do comando da seleção, Tite segue bem quisto entre os jogadores.

Eleito o craque da Copa América e capitão da seleção brasileira, o lateral direito Daniel Alves, 36, rasgou elogios ao comandante após a vitória por 3 a 1 sobre o Peru neste domingo na final do torneio, momentos antes de levantar a taça.

“Falei antes que o capitão do nosso barco é o Tite. Não sou eu e não é nenhum outro jogador. Simplesmente eu represento todos os jogadores [por ser capitão]. Vou ter a honra de levantar a taça em homenagem aos nossos atletas, que lutaram bastante par estar aqui e conseguir o objetivo”, disse à rádio Globo.

Na entrevista, o capitão de Tite também elogiou a comissão técnica como um todo e a postura da torcida brasileira durante a final deste domingo.

0
0
Continuar lendo
Publicidade
1USD
United States Dollar. USA
=
106,57
JPY 0,00%
4,07
BRL 0,00%
1EUR
Euro. European Union
=
118,09
JPY 0,00%
4,52
BRL 0,00%
1BTC
Bitcoin. Crypto-currency
=
1.165.243,71
JPY 0,00%
44.554,30
BRL 0,00%

Tokyo
27°
Mostly Cloudy
TueWedThu
31/24°C
29/24°C
32/26°C

São Paulo
14°
Cloudy
MonTueWed
min 14°C
16/14°C
19/13°C

Arquivos

Facebook

Publicidade

Mais vistas da semana