Siga-nos

Futebol

67

Tempo estimado para a leitura: 3minuto(s) e 17segundo(s).

Neymar sobre caso Najila: ‘Não vou dizer que estou feliz, mas aliviado’

O Ministério Público pediu o arquivamento do inquérito sobre o suposto estupro contra a modelo Najila Trindade

estilo.online Redação

Publicado

em

Um dia depois do Ministério Público de São Paulo pedir o arquivamento do inquérito sobre o suposto estupro contra a modelo Najila Trindade em maio passado, Neymar se pronunciou nesta sexta-feira em tom de desabafo, através de suas redes sociais, para falar do caso. O atacante do Paris Saint-Germain, que está na França, afirmou que o ocorrido lhe causou um grande “dano”, mas disse estar aliviado com o desfecho dele.

“Esse vai ser um capítulo jamais esquecido na minha vida por muitos motivos, o principal deles “O DANO” causado em mim, na minha família e nas pessoas que realmente me conhecem. Vou ser sincero e não vou dizer que estou feliz, mas sim aliviado. A cicatriz vai continuar para me lembrar o quanto o ser humano é capaz de fazer coisas boas mas também de fazer coisas RUINS!”, afirmou Neymar, em um post no Instagram.

Neymar disse mais uma vez que foi vítima de uma armação e prestou solidariedade às mulheres que efetivamente sofreram estupro. “Sim, meu mundo desabou e fui para o chão … mas como diz uma lenda no jiu-jítsu ‘para muitos o chão é o fim de tudo, para nós é só o começo’. Que seja o começo não só para mim, mas para todos que sofreram esse tipo de falsa acusação e PRINCIPALMENTE para toda MULHER que é REALMENTE vítima deste ato. O meu desejo é que vocês sejam fortes, lutem e consigam tudo que todas vocês merecem!”, completou.

O arquivamento do inquérito ainda não encerra o caso definitivamente. As conclusões do MP e da Polícia Civil, que não encontrou elementos para indiciar o atacante no mês de julho, serão analisadas agora pela Justiça. Só após o parecer do juiz pode terminar o caso.

A juíza da Vara da Região Sul 2 de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, localizada em Santo Amaro, na zona sul de São Paulo, já recebeu o caso para análise. Se ela considerar o parecer do MP improcedente, ela poderá acionar o procurador-geral para que outro promotor analise o caso. Por outro lado, ela pode decidir pelo arquivamento e solicitar novas diligências. Não existe prazo específico, mas os juízes de 1.ª instância costumam analisar os casos dentro de cinco dias.

Durante a entrevista coletiva sobre o anúncio do pedido de arquivamento, na sede do MP, na quinta-feira, a promotora Flávia Merlini disse que “o inquérito policial pode ser reaberto a qualquer momento, desde que surjam novas provas”.

A análise da juíza deverá ser feita sem as imagens do hotel em Paris, na França, onde supostamente ocorreu o estupro. Flávia Merlini, do Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica (Gevid), do Ministério Público Estadual, disse que “eram desnecessárias porque eram da parte externa do hotel”.

No dia 29 de julho, a delegada Juliana Lopes Bussacos, titular da 6.ª Delegacia de Defesa da Mulher, concluiu o inquérito que apurava as acusações de estupro e agressão feitas pela modelo Najila Trindade Mendes de Souza contra Neymar. A polícia decidiu não indiciar o jogador.

A 11.ª Delegacia de Polícia de Santo Amaro (SP) investiga se a modelo Najila Trindade cometeu uma suposta denúncia caluniosa ou fez uma falsa comunicação de estupro contra o atacante. O inquérito foi instaurado após uma petição de Neymar e seu pai, mas corre sob sigilo de justiça.

0
0
Clique para comentar

Futebol

Neymar é xingado pela torcida do PSG em seu retorno

A postura da torcida vai contra uma nota oficial emitida pelo Coletivo Ultra, principal organizada do clube

estilo.online Redação

Publicado

em

Abola nem precisou rolar em campo para Neymar entender que não será fácil a nova temporada. Em campo pela primeira vez desde que não conseguiu ser transferido, o atacante foi muito xingado pela torcida antes de o duelo do PSG contra o Strasbourg começar.

“Neymar, filho da p…” era o canto, em espanhol, que ecoava pelo Parque dos Príncipes, estádio do PSG.A postura da torcida vai contra uma nota oficial emitida pelo Coletivo Ultra, principal organizada do clube. Os líderes afirmam que seriam indiferentes a Neymar e não iriam xingá-lo para não prejudicar o PSG. Contra o Nîmes, os insultos resultaram em multa de 2 mil euros (R$ 9 mil). O que se viu nos primeiros minutos de partida foi muita vaia a cada toque na bola do jogador.

A raiva da torcida também chegou ao pai de Neymar. Torcedores exibiram uma faixa escrita “Neymar Sr, venda o seu filho na Vila Mimosa”. Vale lembrar que a Vila Mimosa é uma das mais famosas áreas de prostituição do Rio de Janeiro. Gritos de “babaca” também foram entoados sobre o pai do atacante.

O pai de Neymar acompanhou a partida no Parque dos Príncipes. Ele esteve no camarote destinado ao atacante brasileiro, junto com os amigos do camisa 10. A atitude de Neymar de tentar tirar dinheiro do próprio bolso para se transferir para o Barcelona também foi alvo dos torcedores. “Neymar, 20 milhões para ver o Messi. Não há putas em Paris”, dizia a faixa.

0
0
Continuar lendo

Futebol

Após negociação, Neymar vai enfrentar Barcelona no tribunal

O Barcelona vai reencontrar o jogador brasileiro e seus representantes no próximo dia 27

estilo.online Redação

Publicado

em

Apesar de não ter chegado a um acordo com o PSG para recontratar Neymar, 27, o Barcelona vai reencontrar o jogador brasileiro e seus representantes no próximo dia 27, na cidade catalã, onde as partes terão uma audiência devido a uma dívida reclamada pelo atleta.

No processo movido contra seu ex-clube, o camisa 10 da seleção brasileira cobra 40 milhões de euros (R$ 180 milhões), que seriam referentes ao pagamento de um bônus pela renovação de seu contrato com o time espanhol no penúltimo ano de vínculo do jogador com a equipe, em 2016.

De acordo com o CEO e diretor financeiro das empresas que administram a carreira de Neymar, o Barcelona pagou apenas uma parte da bonificação acordada quando o vínculo dele foi renovador até 2021.

“Ele tinha um contrato de cinco anos. No quarto ano, o Barcelona estender. Para isso, nós acertamos um bônus de 60 milhões de euros. O Barcelona pagou 20 milhões (R$ 90 milhões) e aí, quando ele saiu [para o PSG], eles não pagaram os 40 milhões restantes”, disse Bezerra à Folha. Ainda segundo ele, o valor com juros e correções chegaria a 50 milhões (R$ 225 milhões).

O diretor financeiro contou, ainda, que acompanhou à distância a tentativa do Barcelona de recontratar Neymar. Como os clubes não chegaram a um acordo, ele não chegou a ser chamado para ir à Europa discutir com os espanhóis um novo contrato.

“Eu tenho até dúvidas se, de fato, chegou a ter uma proposta no papel. Eu, sinceramente, não sei porque não estava lá. Quem cuida é o Seu Neymar. Vou saber se teve ou não na semana que vem, porque vou viajar para lá. No dia 27, nós teremos a audiência.”

Para Bezerra, uma negociação dessa complexidade dificilmente poderia ser concluída nos últimos dias da janela de transferência, que fechou na segunda-feira (2). “Em nenhum momento eles me chamaram para falar sobre nada”, assegurou.

Segundo o jornal As, da Espanha, o Barcelona também entrou com uma ação contra Neymar, pedindo 75 milhões de euros (R$ 338 milhões). O clube alegou a quebra de contrato do jogador e espera ser ressarcido com a quantia exigida na Justiça.

Ainda de acordo com a publicação espanhola, esse processo já foi adiado duas vezes. A primeira audiência deveria ter ocorrido em 31 de janeiro. A segunda tentativa, em 21 de março. Agora, está marcada para o dia 27 deste mês.

0
0
Continuar lendo

Futebol

Santos quer coroa no escudo para homenagear Pelé

O distintivo oficial do clube poderá ter uma coroa negra em cima do escudo, em referência ao apelido de Rei do Futebol dado a Pelé

estilo.online Redação

Publicado

em

Um projeto apresentado pelo presidente do Santos, José Carlos Peres, quer mudar o escudo do clube para homenagear Pelé. A ideia está prevista no novo estatuto, redigido por escritório de advocacia contratado pela agremiação.

Pelo projeto, o distintivo oficial do clube teria uma coroa negra em cima do escudo, em referência ao apelido de Rei do Futebol dado a Pelé. Também estaria em sintonia com o slogan “a realeza do futebol brasileiro”, usado pelo próprio clube em seu site e na Vila Belmiro.

Pelé tem conhecimento da proposta. Segundo a assessoria de imprensa do ex-jogador, ele se manifestará sobre o assunto somente depois de o projeto ser encaminhado para votação.

O ex-camisa 10 jogou 18 anos no clube -entre 1956 e 1974. Venceu dois títulos mundiais, duas Libertadores, seis nacionais e dez paulistas, entre outras conquistas.

A mudança no símbolo não é unanimidade no Santos. Encontra resistência entre integrantes do conselho deliberativo. “A proposta está sendo analisada, vou aguardar um parecer para poder me manifestar”, afirmou o presidente do órgão, Marcelo Teixeira.

O parecer será apreciado pelos demais conselheiros e colocado em votação. Não há data prevista para isso. Alguns conselheiros, no entanto, veem a homenagem como exagerada. “O Santos tem uma marca muito ligada ao Pelé, mas mesmo assim temos muitas dificuldades na proposta de colocar a coroa no escudo”, afirmou José Carlos Peres, presidente da agremiação.

O dirigente reconhece que há resistência no conselho para aprovar a proposta. “Ainda há uma pequena parte que não quer. Não sabem que acima da generosidade e de uma merecida homenagem ao maior jogador de todos os tempos e reconhecido mundo afora, ainda assim representa agregar valor de marca”, diz Peres.

O presidente lembra da queixa ouvida em uma reunião do conselho. “Um [conselheiro]disse que o Pelé não é maior que o Santos”.

A proposta se tornou prioridade de Peres. O dirigente insistiu várias vezes com os responsáveis pela redação do novo estatuto para que ela fosse incluída no documento.

O escudo atual do Santos é o mesmo usado desde 1996, quando houve alterações em detalhes no tamanho das letras e das listras. A última mudança significativa no símbolo foi realizada em 1945, quando o clube adotou a base do desenho que permanece até hoje.

Não é a primeira homenagem a Pelé que ameaça ser emperrada no conselho deliberativo. A ideia de aposentar a camisa 10, considerada algumas vezes, nunca avançou.

Já houve vezes também em que o ex-jogador entrou na disputa política na Vila Belmiro. Avalista e apoiador da gestão de Samir Abdul-Hak (1994-1999), ele era um dos principais nomes da campanha de José Paulo Fernandes na eleição realizada no final de 1999 e se tornou alvo dos ataques do grupo que apoiava Marcelo Teixeira, que acabou eleito.

Um deles, apesar da desaprovação de Teixeira, pendurou uma faixa em frente ao prédio em que morava Pelé, em Santos, lembrando que ele não havia reconhecido a paternidade de Sandra Regina, o que aconteceu apenas mediante teste de DNA.

Desde o início de sua gestão, Peres vive às turras com o conselho deliberativo, que chegou a aprovar pedido de impeachment do presidente em 2018. O processo foi barrado apenas em assembleia de sócios. O dirigente se queixa dos relatórios apresentados pela comissão fiscal.

O último, referente ao primeiro semestre de 2019, afirma que os gastos com jogadores para atender aos pedidos de Jorge Sampaoli podem piorar ainda mais a situação financeira do clube.

“Se o time cair para a segunda divisão, eles vão lá segurar ou não? Vão te atacar, vão colocar no relatório que você não investiu e o time caiu”, rebate Peres, que diz contar com R$ 100 milhões, recebidos pela venda de Rodrygo para o Real Madrid (ESP), para fechar as contas no ano.

0
0
Continuar lendo
1USD
United States Dollar. USA
=
108,21
JPY +0,11%
4,08
BRL 0,00%
1EUR
Euro. European Union
=
119,49
JPY –0,18%
4,50
BRL –0,28%
1BTC
Bitcoin. Crypto-currency
=
1.101.721,92
JPY +0,02%
41.514,80
BRL –0,09%

Tokyo
20°
Rain
WedThuFri
min 19°C
27/18°C
25/19°C

São Paulo
21°
Fair
WedThuFri
34/18°C
34/23°C
33/17°C

Arquivos

Facebook

Mais vistas da semana